Você está aqui:Início»Blog
(Qual dos dois termos é mais abrangente e fiel aos fenômenos a descrever?) Márcio Amaral, vice-diretor IPUB ............................ Está na moda, até entre psiquiatras, limitar a abrangência da psiquiatria em função de uma certa "objetividade" um tanto desviada de foco. É tendência que aparece em várias situações: profusão de imagens de cérebros e sistema nervoso (que antes eram apanágio da Neurologia); expressões como "neuropsiquiatria" e tantas outras manifestações. Além dos "ingênuos e inocentes úteis" (ao competidor, é claro), a Psiquiatria está povoada de "Cavalos de Troia": pessoas que descobriram sua própria limitação na compreensão do ser humano e tentam fazer uma "psiquiatria à…
(Contra o POSITIVISMO que assola a MEDICINA, uma dose de DIALÉTICA)Márcio Amaral, vice-diretor IPUB..............NOTA: até 10/4/18 a situação clínica do paciente em questão tem apresentado pequenas oscilações, mas não mais aconteceram situações incontornáveis.........................Ninguém mais do que eu gostaria de aplicar a situações semelhantes alguns controles que melhorariam muito as possíveis conclusões: doses, concentrações, EEG, imagens, etc. Como, entretanto, sou eminentemente um clínico e como há uma fragilidade considerável na situação, penso que esse tipo de intervenção corresponderia a uma "CURIOSIDADE IMPERTINENTE". Verifico uma tendência entre nós à mistificação da experimentação, como se fosse, ela mesma, a CIÊNCIA em si. Prefiro…
......................1- IDENTIFICAÇÃO: LMT, 19 anos, brasileiro, solteiro, sem profissão, totalmente dependente da sua mãe e de outros parentes. Trata-se de paciente sem desenvolvimento da fala, mas que consegue se comunicar por gestos e mímica, conforme será visto no relato...........2-QP (da família): incapacidade de manuseio de conduta agressiva antiga---com agravamento progressivo nos últimos anos---surgida pela manhã, logo após o despertar, durando cerca de 2 hs e seguida de tendência ao isolamento e até choro convulso.............3-HDA: Quando da observação da grave deficiência no seu desenvolvimento, ainda nos seus primeiros anos, o paciente foi submetido a uma investigação ativa quanto às possíveis causas…
(Algumas perguntas e afirmações que abrem caminhos muito ricos)Márcio Amaral, vice-diretor IPUB.............................."...Lembramo-nos, antes de tudo, de que nossa razão não nos abandonou completamente durante o sonho. Recordamos que agimos, durante o sonho, de forma sagaz e até com lógica...Mas...como foi que conseguimos conciliar nossa razão com os notórios absurdos e impossibilidades através dos quais nossos sonhos surgiram? ...Ao acordar e voltar plenamente à realidade, sentimos que restou algo sem explicação por trás de um sonho...Rimos ante seu absurdo, mas, simultaneamente, sentimos que, intercalado entre esses absurdos, permanece um pensamento oculto e que esse pensamento era real, pertencia, como coisa e…
Início
Anterior
1
Página 1 de 71

banner pdf apostila MA

logo_acesso

logo ouvidoria ufrj

Buscar no Blog

Banner carta ipub

Calendário Blog

« Maio 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Parceiros IPUB