Linhas de Pesquisa e Grupos de Pesquisa

Epilepsia e Sono

Coordenadora: Professora Marleide Gomes
Qualidade do sono (macro e microestrutura pela polissonografia); Sonolência excessiva diurna; Síndrome da apneia obstrutiva do sono;  Insônia

Mapeamento Cerebral e Integração Sensório-Motora

Coordenador: Professor Alair Pedro Ribeiro de Souza e Silva
O Laboratório de Mapeamento Cerebral, Cognição e Integração Sensório-Motora (LABMCISM) tem seu foco de investigação voltado para o entendimento dos mecanismos cerebrais envolvidos no processo de integração cognitiva/sensório-motora. Em especial, a área de Integração Sensório-Motora envolve conceitos como atenção, neuroplasticidade, memória (explícita/implícita), diversas neuropsicopatologias associadas, aprendizagem e controle motor. No presente momento o laboratório busca ampliar seu foco de atuação através da incorporação de novas tecnologias e investigações envolvendo psicopatologias

Mograbi Lab

Coordenador: Professor Daniel C. Mograbi
O Mograbi Lab concentra sua pesquisa em processos de autoconsciência, explorando esses fenômenos através de abordagens neuropsicológica experimental / neurocientífica afetiva e cognitiva, trabalhando com adultos saudáveis ​​e condições clínicas, tais como demência, epilepsia e transtorno bipolar. Nosso principal objetivo é produzir pesquisas com responsabilidade social ​​que possam melhorar nossa compreensão da experiência humana e ter um impacto positivo na vida das pessoas. Também estamos comprometidos em popularizar a ciência para o público em geral. Esperamos que você ache nosso trabalho estimulante.

Laboratório de Neuropsiquiatria Geriátrica

Coordenador: Professor Jerson Laks

Objetivo: Estender e aprofundar o conhecimento dos quadros neuropsiquiátricos em idosos, para discutir a clínica, epidemiologia, indicadores de desfecho e estratégias terapêuticas otimizadas (medicamentosa, cognitiva, comportamental, orientação de pacientes/cuidadores) visando a melhoria de qualidade de vida dos pacientes e de seus familiares/cuidadores.

Linhas de Pesquisa

Prof. Dr. Jerson Laks
Biomarcadores liquóricos e cortisol na depressão e na doença de Alzheimer no idoso. Estudo de beta-amiloide, pTAU e Tau total no líquor de idosos com depressão e doença de Alzheimer. Avaliar a evolução de quadros depressivos nos quais esses marcadores são limítrofes ou já seriam indicativos de Doença de Alzheimer pré-clínica.

Transtorno Bipolar em Idosos
Estudo clínico, neuropsicológico de neuroimagem e evolutivo com pacientes bipolares idosos.

Validação de Escalas para uso em Neuropsiquiatria Geriática.
Até agora foram validados AD8 Brazil, TEMPS-A BR. Em andamento a Geriatric Anxiety Scale e NPI-C. Parcerias com Recife, Porto Alegre e Campinas.

Epidemiologia do envelhecimento
Estudo do processo de envelhecimento de indivíduos com 55 anos ou mais na comunidade, com marcadores psicossociais, clínicos, nutricionais e eventos de vida pregressa. Foco no envelhecimento bem sucedido e na Síndrome de Fragilidade.

Estudos transculturais na depressão e na demência
Parceria com o Centro Saúde e Envelhecimento da Universidade de Oslo.

Psicoeducação para profissionais e instituições de longa permanência para idosos.
Aplicação do protocolo STAR, de Linda Teri, para avaliação de desfecho dos sintomas neuropsiquiátricos em pacientes com demência e sobre o estresse do cuidador.

Qualidade de vida no idoso
Estudos com SF 36 e coping/resiliência em idosos com e sem problemas neuropsiquiátricos.

Avaliação neuropsicológica de idosos com depressão maior, doença de Alzheimer e doença de Parkinson
Avaliação das funções cognitivas de idosos com Doença de Parkinson, Doença de Alzheimer, Depressão e idosos controles saudáveis através de testes neuropsicológicos

Prof. Dr. Eliasz Engelhardt

Neuropsicologia de Doenças Neurológicas e Psiquiátricas
Estudo de funções/disfunções cognitivas com utilização de bateria de testes neuropsicológicos em pacientes neurológicos e psiquiátricos

Avaliação Neuropsiquiátrica das Doenças Cerebrovasculares e da Demência Mista
Estudo do espectro Comprometimento Cognitivo Vascular (CCV)/Demência Vascular (DV) decorrentes de doença cerebrovascular (DCV) devida a desordens variadas.

Profa. Dra. Andrea Camaz Deslandes
Site:  www.laboratoriolanex.com

Efeito do exercício físico na saúde mental
Estudo do efeito do exercício físico na saúde física e mental

Efeito do Exercício Físico no tratamento da Depressão Maior em Idosos
Estudo do o efeito do exercício físico na saúde física e mental em idosos deprimidos através de parâmetros eletroencefalográficos (EEG), eletrocardiográficos (ECG), neuropsicológicos, funcionais e comportamentais.

Efeito do Exercício Físico no tratamento da Doença de Alzheimer
Estudo do efeito do exercício físico nas funções cognitivas, funcionais, eletroencefalográficas e na volumetria hipocampal através de RMf de pacientes com demência.

Efeito do Exercício Físico no tratamento da Doença de Parkinson
Estudo do efeito do exercício físico na saúde física, mental e qualidade de vida de parkinsonianos através de parâmetros neuropsicológicos, funcionais, motores e comportamentais.

Profa. Dra. Marcia Cristina Nascimento Dourado

Consciência da doença na demência
Avaliação da capacidade de reconhecimento dos déficits cognitivos e funcionais causados pela demência.

Repostas Emocionais à demência
Estudo da relação entre reconhecimento das alterações causadas pela demência e a presença de reações emocionais.

Satisfação sexual na demência
Avaliação da satisfação sexual e relação com a sobrecarga de cuidados em casais, nos quais um dos cônjuges possua demência.

Reconhecimento facial na demência
Avaliação da capacidade de reconhecimento de diferentes expressões faciais por parte de pessoas com demência.

Capacidade decisória na demência
Avaliação da capacidade de tomada de decisão na demência.

Mograbi Lab

Coordenador: Professor Daniel C. Mograbi

O Mograbi Lab concentra sua pesquisa em processos de autoconsciência, explorando esses fenômenos através de abordagens neuropsicológica experimental / neurocientífica afetiva e cognitiva, trabalhando com adultos saudáveis ​​e condições clínicas, tais como demência, epilepsia e transtorno bipolar. Nosso principal objetivo é produzir pesquisas com responsabilidade social ​​que possam melhorar nossa compreensão da experiência humana e ter um impacto positivo na vida das pessoas. Também estamos comprometidos em popularizar a ciência para o público em geral. Esperamos que você ache nosso trabalho estimulante.

Laboratório de Transtorno Bipolar

Coordenador: Professor Elie Cheniaux

Pesquisadores: Elie Cheniaux (docente do PROPSAM)

 

Descrição: O objetivo dessa linha de pesquisa é o estudo dos aspectos clínicos e epidemiológicos do transtorno bipolar. Um grupo de pacientes com este diagnóstico é atendido regularmente pelos pesquisadores (orientadores e alunos do mestrado, do doutorado e da residência-médica) no ambulatório de pesquisa, no hospital-dia e na enfermaria do instituto. São aplicados diversos instrumentos de avaliação clínica.

 

Estudos em desenvolvimento: terapia do esquema no transtorno bipolar; reabilitação cognitiva no transtorno bipolar; comportamento suicida no transtorno bipolar; as relações entre o transtorno bipolar e os transtornos da alimentação; estimulação magnética transcraniana no transtorno bipolar; insight implícito no transtorno bipolar; atividade ocupacional no transtorno bipolar.

 

Produção científica:

Cheniaux, Elie; SILVA, RAFAEL DE A. DA; SANTANA, CRISTINA M.; FILGUEIRAS, ALBERTO

Changes in energy and motor activity: core symptoms of bipolar mania and depression?. REVISTA BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA. , v.40, p.233 – 237, 2018.

SILVA, R. A.; MOGRABI, D. C.; CAMELO, E. V. M.; AMADEO, L. N.; SANTANA, C. M. T.;

Landeira-Fernandez, Jesus; Cheniaux, Elie

The relationship between insight and affective temperament in bipolar disorder: an exploratory

study. TRENDS IN PSYCHIATRY AND PSYCHOTHERAPY. , v.40, p.210 – 215, 2018.

SILVA, R. A.; MOGRABI, D. C.; CAMELO, E. V. M.; SANTANA, C. M. T.; Landeira-Fernandez,

Jesus; Cheniaux, E.

Clinical correlates of loss of insight in bipolar depression. TRENDS IN PSYCHIATRY AND

PSYCHOTHERAPY. , v.39, p.264 – 269, 2017.

SILVA, R. A.; MOGRABI, D. C.; BIFANO, J.; SANTANA, C. M. T.; CHENIAUX, E.

Correlation between insight level and suicidal behavior/ideation in bipolar depression.

Psychiatric Quarterly. , v.88, p.47 – 53, 2017.

NUNES, ANA LETÍCIA SANTOS; FILGUEIRAS, ALBERTO; NICOLATO, R.; ALVARENGA, J.;

SILVEIRA, LUCIANA ANGÉLICA; SILVA, R. A.; Cheniaux, E.

Development and validation of the Bush-Francis Catatonia Rating Scale – Brazilian version.

Arquivos de Neuro-Psiquiatria (Online). , v.75, p.44 – 49, 2017.

CAMELO, E. V. M.; MOGRABI, D. C.; DA SILVA, RAFAEL DE ASSIS; BIFANO, J.;

WAINSTOK, M.; SILVEIRA, L. A. S.; NETTO, T.; SANTANA, C. M. T.; CHENIAUX, E.

Performance of bipolar disorder patients in attention testing: comparison with normal controls

 

and among manic, depressive, and euthymic phases. Psychiatric Quarterly. , v.88, p.55 – 63,

2017.

DA SILVA, RAFAEL DE ASSIS; MOGRABI, D. C.; CAMELO, E. V. M.; PEIXOTO, U.;

SANTANA, C. M. T.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; MORRIS, R. G.; Cheniaux, E.

The influence of current mood state, number of previous affective episodes and predominant

polarity on insight in bipolar disorder. International Journal of Psychiatry in Clinical Practice. ,

v.21, p.266 – 270, 2017.

ASSIS DA SILVA, RAFAEL DE; MOGRABI, D. C.; AMADEO, L. N.; SANTANA, C. M. T.;

Landeira-Fernandez, Jesus; Cheniaux, E.

The relationship between affective temperament and suicide attempt, clinical history and current

subclinical symptoms in bipolar disorder. DIVERSITATES. , v.9, p.65 – 79, 2017.

GIORGIO, L. M. W.; CARTIER, CONSUELO; CHENIAUX, E.; NOVIS, FERNANDA; SILVEIRA,

LUCIANA ANGÉLICA; CAVACO, PAOLA ANAQUIM; DE ASSIS DA SILVA, RAFAEL;

BATISTA, WASHINGTON ADOLFO; TANAKA, GUARACI KEN; GONGORA, MARIANA;

BITTENCOURT, JULIANA; TEIXEIRA, SILMAR; BASILE, LUIS FERNANDO; BUDDE,

HENNING; CAGY, MAURICIO; RIBEIRO, PEDRO; VELASQUES, BRUNA

Electrical mapping in bipolar disorder patients during the oddball paradigm. Journal of

Psychiatric Research. , v.72, p.64 – 71, 2016.

DA SILVA, RAFAEL DE ASSIS; MOGRABI, D. C.; BIFANO, J.; SANTANA, C. M. T.;

CHENIAUX, E.

Insight in bipolar mania: evaluation of its heterogeneity and correlation with clinical symptoms.

Journal of Affective Disorders (Print). , p.95 – 98, 2016.

DE SA FILHO, ALBERTO; CAMPOS, C.; ROCHA, N. B.; YUAN, TI-FEI; PAES, FLAVIA; Arias-

Carrión, Oscar; CARTA, M. G.; NARDI, A E; CHENIAUX, E.; Machado, Sergio

NEUROBIOLOGY OF BIPOLAR DISORDER: ABNORMALITIES ON COGNITIVE AND

CORTICAL FUNCTIONING AND BIOMARKER LEVELS. CNS & Neurological Disorders-Drug

Targets. , v.15, p.712 – 722, 2016.

CARTIER, CONSUELO; DINIZ, CLAUDIA; DI GIROGIO, LUIZA; BITTENCOURT, JULIANA;

GONGORA, MARIANA; KEN TANAKA, GUARACI; TEIXEIRA, SILMAR; BASILE, Luis

Fernando Hindi; NOVIS, FERNANDA; ANGÉLICA SILVEIRA, LUCIANA; DA SILVA, RAFAEL

DE ASSIS; CAGY, MAURICIO; CHENIAUX, E.; RIBEIRO, Pedro; VELASQUES, BRUNA

Changes in absolute theta power in bipolar patients during a saccadic attention task. Psychiatry

Research (Print). , v.228, p.785 – 790, 2015.

ASSIS DA SILVA, RAFAEL DE; MOGRABI, D. C.; CAMELO, E. V. M.; Morton GD; LANDEIRA-

FERNANDEZ, J.; CHENIAUX, E.

Cross-cultural adaptation, validation and factor structure of the Insight Scale for Affective

Disorders. Journal of Affective Disorders (Print). , v.178, p.181 – 187, 2015.

SILVA, R. A.; MOGRABI, D. C.; SILVEIRA, L. A. S.; NUNES, A. L. S.; NOVIS, F. D.;

LANDEIRA-FERNANDES, J.; CHENIAUX, E.

Insight Across the Different Mood States of Bipolar Disorder. Psychiatric Quarterly. , v.86, p.395

– 405, 2015.

ASSIS DA SILVA, RAFAEL DE; MOGRABI, D. C.; CAMELO, E. V. M.; BIFANO, J.;

WAINSTOK, M.; SILVEIRA, LUCIANA ANGÉLICA SILVA; Cheniaux, Elie

Insight in bipolar disorder: a comparison between mania, depression and euthymia using the

Insight Scale for Affective Disorders. Trends in Psychiatry and Psychotherapy. , v.37, p.152 –

156, 2015.

DE SA FILHO, ALBERTO; DE SOUZA MOURA, ANTONIO; LAMEGO, MURILO; FERREIRA

ROCHA, NUNO; PAES, FLAVIA; OLIVEIRA, ANA; LATTARI, EDUARDO; RIMES, RIDSON;

MANOCHIO, JOAO; Budde, Henning; WEGNER, MIRKO; MURA, GIOIA; Arias-Carrión, Oscar;

CHENIAUX, E.; YUAN, TI-FEI; Nardi, Antonio; MACHADO, S

 

Potential Therapeutic Effects of Physical Exercise for Bipolar Disorder. CNS & Neurological

Disorders. Drug Targets. , v.14, p.1255 – 1259, 2015.

Velasques, Bruna; DINIZ, CLAUDIA; Teixeira, Silmar; Cartier, Consuelo; Peressutti, Caroline;

SILVA, FARMY; CARVALHO, MARCELE; NOVAES, ALINE; Bittencourt, Juliana; NARDI,

ANTONIO; CHENIAUX, E.; Basile, Luis; CAGY, M.; Piedade, Roberto; Ribeiro, Pedro

Deep Brain Stimulation: A New Treatment in Mood and Anxiety Disorders. CNS & Neurological

Disorders. Drug Targets. , v.13, p.961 – 971, 2014.

NUNES, A. L. S.; Cheniaux, E.

Delirium and Mania With Catatonic Features in a Brazilian Patient: Response to ECT. The

Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences (Print). , v.26, p.E01 – , 2014.

Cheniaux, Elie; FILGUEIRAS, ALBERTO; SILVA, RAFAEL DE ASSIS DA; SILVEIRA,

LUCIANA ANGÉLICA SILVA; NUNES, ANA LETÍCIA SANTOS; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.

Increased energy/activity, not mood changes, is the core feature of mania. Journal of Affective

Disorders (Print). , v.152-154, p.256 – 261, 2014.

FILGUEIRAS, ALBERTO; NUNES, ANA LETÍCIA SANTOS; SILVEIRA, L. A. S.; SILVA, R. A.;

LANDEIRA-FERNANDES, J.; Cheniaux, Elie

Latent structure of the symptomatology of hospitalized patients with bipolar mania. European

Psychiatry (Paris). , p.431 – 436, 2014.

ASSIS DA SILVA, RAFAEL DE; MOGRABI, D. C.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; CHENIAUX,

E.

O insight no transtorno bipolar: uma revisão sistemática. Jornal Brasileiro de Psiquiatria (UFRJ.

Impresso). , v.63, p.242 – 254, 2014.

NOVIS, F. D.; Cirillo, Patricia; SILVA, RAFAEL DE ASSIS DA; Nunes, A. L.; SILVEIRA,

LUCIANA ANGÉLICA; CARDOSO, A.; COSCARELLI, P. G.; NARDI, A. E.; Cheniaux, E.

The progression of 102 Brazilian patients with bipolar disorder: outcome of first 12 months of

prospective follow-up. Trends in Psychiatry and Psychotherapy. , v.36, p.16 – 22, 2014.

ASSIS DA SILVA, RAFAEL DE; MOGRABI, D. C.; SILVEIRA, L. A. S.; NUNES, A. L. S.;

NOVIS, FERNANDA; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; CHENIAUX, E.

THE RELIABILITY OF SELF-ASSESSMENT OF AFFECTIVE STATE IN DIFFERENT PHASES

OF BIPOLAR DISORDER. The Journal of Nervous and Mental Disease (Print). , v.202, p.386 –

390, 2014.

CAMELO, E. V. M.; NETTO, T.; Velasques, Bruna; Ribeiro, Pedro; Cheniaux, E.

Attention impairment in bipolar disorder: a systematic review. Psychology & Neuroscience

(Impresso). , v.6, p.299 – 309, 2013.

Velasques, Bruna; Bittencourt, Juliana; DINIZ, CLAUDIA; Teixeira, Silmar; Basile, Luis F.;

INÁCIO SALLES, JOSÉ; NOVIS, FERNANDA; ANGÉLICA SILVEIRA, LUCIANA; ASSIS DA

SILVA, RAFAEL DE; LIMA TEIXEIRA, AMANDA DE; EGIDIO NARDI, ANTONIO; AKISKAL,

HAGOP S.; CAGY, M.; Cagy, Mauricio; CHENIAUX, E.; Piedade, Roberto; KAPCZINKI,

FLÁVIO; Ribeiro, Pedro

Changes in saccadic eye movement (SEM) and quantitative EEG parameter in bipolar patients.

Journal of Affective Disorders (Print). , v.145, p.378 – 385, 2013.

BATISTA, WASHINGTON ADOLFO; Bittencourt, Juliana; Salles, José Inácio; Teixeira, Silmar;

Basile, Luis F.; NARDI, A. E.; Nardi, Antonio Egidio; Diniz, Claudia; NOVIS, FERNANDA;

SILVEIRA, LUCIANA ANGÉLICA; SILVA, RAFAEL DE ASSIS DA; CHENIAUX, E.; TEIXEIRA,

AMANDA DE LIMA; KAPCZINKI, FLÁVIO; Cagy, Mauricio; Piedade, Roberto; Velasques,

Bruna; Ribeiro, Pedro

Electrocortical Activity Differences Related to Saccadic Movements between Bipolar Patients

and Healthy Subjects. Neuroscience & Medicine. , v.04, p.63 – 70, 2013.

 

SILVEIRA, L. A. S.; NOVIS, F. D.; DA SILVA, RAFAELA O.; NUNES, A. L. S.; COSCARELLI, P.

G.; Cheniaux, E.

LAMOTRIGINE AS AN ADJUVANT TREATMENT IN ACUTE BIPOLAR DEPRESSION: A

BRAZILIAN NATURALISTIC STUDY. Psychology & Neuroscience (Impresso). , v.6, p.109 –

113, 2013.

SILVA, R. A.; MOGRABI, D. C.; SILVEIRA, L. A. S.; NUNES, A. L. S.; NOVIS, F. D.; CAVACO,

  1. A.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; Cheniaux, E.

Mood self-assessment in bipolar disorder: a comparison between patients in mania, depression,

and euthymia. Trends in Psychiatry and Psychotherapy. , v.35, p.141 – 145, 2013.

Novis, Fernanda; SILVA, A. C. O. E.; NARDI, A. E.; Cheniaux, E.

Quetiapine of non-suicidal self-injury associated to dysphoric mania and ultradian cycling

bipolar disorder. The Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences (Print). , v.25,

p.E61 – E62, 2013.

DINIZ, C.; VELASQUES, B.; BITTENCOURT, J.; PERESSUTI, C.; MACHADO, S E C;

TEIXEIRA, S. S.; SANTOS, J.; Salles, José Inácio; BASILE, L F; ANGHINAH, R.; CHENIAUX,

E.; NARDI, A E; CAGY, M.; CAGY, M.; PIEDADE, R A M; ARIAS-CARRION, O.; RIBEIRO, P

Cognitive Mechanisms and Motor Control During a Saccadic Eye Movement Task: Evidence

from Quantitative Electroencephalography. Arquivos de Neuro-Psiquiatria (Impresso). , v.70,

p.506 – 513, 2012.

Fontoura, P; PINTO, V. L.; MATSUURA, C.; RESENDE, A. C.; DO BEM, G. F.; FERRAZ,

Marcos; CHENIAUX, E.; BRUNINI, T. M. C.; Mendes Ribeiro, A. C.

Defective Nitric Oxide/cGMP Signaling in Bipolar Patients: A Potential Role for Platelet

Dysfunction. Psychosomatic Medicine. , v.74, p.873 – 877, 2012.

Costa, Rafael T.; CHENIAUX, E.; Rangé, Bernard P.; VERSIANI, Marcio; NARDI, A. E.

Group Cognitive Behavior Therapy For Bipolar Disorder Can Improve Quality Of Life. Brazilian

Journal of Medical and Biological Research (Impresso). , v.45, p.862 – 868, 2012.

DA SILVA, RAFAELA O.; CHENIAUX, E.; MEZZASALMA, Marco André

Volumetric Reduction of Cerebellum Associated with Cognitive, Affective and Behavioral

Changes. The Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences (Print). , v.24, p.E21 – ,

2012.

CHENIAUX, E.

A MANIA ANSIOSA OU DEPRESSIVA DE KRAEPELIN: RELATO DE UM CASO. Revista

Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso). , v.33, p.214 – 215, 2011.

VERSIANI, Marcio; CHENIAUX, E.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.

Efficacy and Safety of Electroconvulsive Therapy in the Treatment of Bipolar Disorder. The

Journal of ECT. , v.27, p.153 – 164, 2011.

Velasques, Bruna; Machado, Sergio; Paes, Flávia; Bittencourt, Juliana; Domingues, Clayton

Amaral; Basile, Luis F.; Salles, José I.; Cagy, Mauricio; Piedade, Roberto; Arias-Carrión, Oscar;

Sack, Alexander T.; CHENIAUX, E.; Nardi, Antonio Egídio; Ribeiro, Pedro

Hemispheric differences over frontal theta-band power discriminate between stimulus- versus

memory-driven saccadic eye movement. Neuroscience Letters (Print). , v.504, p.204 – 208,

2011.

CHENIAUX, E.

O tratamento farmacológico do transtorno bipolar: uma revisão sistemática e crítica dos

aspectos metodológicos dos estudos clínicos modernos. Revista Brasileira de Psiquiatria (São

Paulo. 1999. Impresso). , v.33, p.72 – 80, 2011.

 

Costa, Rafael T.; CHENIAUX, E.; Rosaes, Pedro Augusto L.; Carvalho, Marcele R.; Freire,

Rafael Christophe da Rocha; VERSIANI, Marcio; Rangé, Bernard P.; NARDI, A. E.

The effectiveness of cognitive behavioral group therapy for bipolar disorder: a randomized

controlled study. Revista Brasileira de Psiquiatria (São Paulo. 1999. Impresso). , v.33, p.144 –

149, 2011.

Woodruff, Erica; GENARO, Larissa T.; Landeira-Fernandez, Jesus; Cheniaux, Elie; Laks,

Jerson; JEAN-LOUIS, Girardin; Nardi, Antônio E.; Versiani, Márcio C.; Akiskal, Hagop S.;

MENDLOWICZ, Mauro V.

Validation of the Brazilian brief version of the temperament auto-questionnaire TEMPS-A: The

brief TEMPS-Rio de Janeiro. Journal of Affective Disorders (Print). , v.134, p.65 – 76, 2011.

Novis, Fernanda; CHENIAUX, E.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; VERSIANI, Marcio

A 5 year follow-up study of 11 patients with bipolar disorder. Jornal Brasileiro de Psiquiatria

(UFRJ. Impresso). , v.59, p.219 – 222, 2010.

CHENIAUX, E.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; VERSIANI, Marcio

The diagnoses of schizophrenia, schizoaffective disorder, bipolar disorder and unipolar

depression: interrater reliability and congruence between DSM-IV and ICD-10.

Psychopathology. , v.42, p.293 – 298, 2009.

CHENIAUX, E.; LANDEIRA-FERNANDEZ, J.; TELES, Leonardo Lessa; LESSA, José Luiz M;

DIAS, Allan; DUNCAN, T.; VERSIANI, Marcio

Does schizoaffective disorder really exist? A systematic review of the studies that compared

schizoaffective disorder with schizophrenia or mood disorders. Journal of Affective Disorders. ,

v.106, p.209 – 217, 2008.

CHENIAUX, E.; DIAS, Allan; LESSA, José Luiz M; VERSIANI, Marcio

A lamotrigina pode induzir virada maníaca?. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. ,

v.27, p.206 – 209, 2005.

Pesquisa em Psiquiatria Forense

Coordenador: Professor Alexandre Valença

Projetos de Pesquisa:
 – A Responsabilidade Penal na Doença Mental

Objetivos:

Estudar e aplicar o conceito de responsabilidade penal em indivíduos que após perpetrarem algum tipo de delito foram submetidos a uma perícia criminal, com objetivo de se avaliar a capacidade de entendimento e determinação. Estudo retrospectivo e presencial  de casos, laudos, escalas de avaliação e perícia criminal.

– Psicopatologia e Violência

Objetivos:

Estudar os principais fatores e contextos associados ao comportamento violento, na vigência de doença mental, como o diagnóstico psiquiátrico, presença de sintomatologia psicótica, uso de álcool e substâncias psicoativas, história de violência prévia e vítimas atingidas.

– Gênero e Violência

Objetivos:

Estudar a relação entre comportamento violento e gênero, comparando a frequência e gravidade do ato violento, manifestações psicopatológicas e vítimas atingidas, quando esses atos são praticados por homens ou mulheres com transtornos mentais.

Transtorno de Pânico: avaliação e tratamento

Coordenadores: Professores Antônio Egídio Nardi e Rafael Christophe da Rocha Freire

Projetos de pesquisa: Ansiedade e depressão
Transtorno do pânico e respiração

O grupo tem se destacado como referência nos estudos sobre aspectos diagnósticos e tratamento, por meio de diferentes recursos, do transtorno de pânico com e sem agorafobia, tendo publicações regulares em periódicos nacionais e internacionais. Entre os tópicos desenvolvidos nessa linha de pesquisa, destacam-se: diagnóstico do transtorno de pânico; descrição de subtipos do transtorno de pânico; relação entre ataques de pânico e outros quadros clínicos (doenças respiratórias, cardiovasculares, vestibulares, etc.); adaptação/ desenvolvimento de instrumentos psicométricos para transtorno de pânico; avaliação fisiológica dos ataques de pânico; técnicas de neuroimagem e transtorno de pânico; avaliação de resposta à diversos métodos terapêuticos (psicofarmacologia, terapia cognitivo- comportamental, realidade virtual etc.).

Programa de Pesquisa em Obsessões, Compulsões e Ansiedade

Coordenador: Prof. Leonardo Franklin da Costa Fontenelle
Vice-coordenadora: Profª. Gabriela Bezerra de Menezes

Clinical Staging of OCD: Neste projeto longitudinal, estamos interessados ​​em identificar fatores de risco que permitam prever a conversão de sintomas obsessivo-compulsivos subclínicos para transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) segundo a DSM-5, incluindo eventos de vida traumáticos e estressantes ou traços de personalidade como inibição comportamental ou perfeccionismo. O TOC subliminar pode representar o primeiro estágio do TOC do DSM-5, no qual uma intervenção específica pode ser útil para evitar a conversão completa. Também esperamos que este projeto ajude a caracterizar um fenótipo "em risco" para o TOC. Existe o potencial de expandir este projeto para outros transtornos, como o transtorno dismórfico corporal e o transtorno de acumulação.

 

Transdiagnostic Approaches to Anxiety and Obsessive-Compulsive and Related Disorders: Este projeto de pesquisa tem como interesse principal a investigação de constructos que não respeitam limites diagnósticos convencionais, embora estejam associados a desfechos clínicos importantes. Por exemplo, temos interesse em investigar como sintomas de depressão, ansiedade, obsessões e compulsões se organizam em grupos diferentes daqueles determinados pelos limites da DSM5/CID-11.

Colaboradores: Prof. Murat Yücel e Ulrich Stangier.

 

The Role Of Habit, Fear And Reward And Underling Motivations in Compulsive Behaviours: Este estudo amplo visa elaborar um instrument (The Habit, Reward and Fear Scale) que pretende quantificar diferentes tipos de motivações para a realização de comportamentos repetitivos, tanto em pessoas com transtornos relacionados ao TOC quanto com em pessoas com transtornos de uso de substâncias.

Colaboradores: Prof. Murat Yücel e Dr. Rico Lee.

 

The addictive disorders phenotype: Are there any “joints” to be carved? Poderia o conceito de dependência ser ampliado para incluir as chamadas “psicopatologias do século XXI”? Para responder a esta questão, este projeto transversal tem como objetivo caracterizar o fenótipo, as características associadas e a utilidade clínica de uma série de transtornos devidos a comportamento aditivos, incluindo síndromes bem estabelecidas (como os transtornos por uso de cannabis e os transtornos do jogo), bem como novas e mais controversas condições, incluindo “vício em internet”, transtorno por uso do vídeo game, “vício em comida”, transtorno hipersexual e amor patológico, entre outros. Neste projeto, nosso objetivo final é contribuir para a identificação de fenótipos clinicamente úteis que se traduzam em melhores tratamentos.

 

Increasing treatment readiness across disorders due to compulsive behaviours: No dia a dia do clínico, reconhecemos que muitos indivíduos com transtornos relacionados ao TOC e transtornos devidos a comportamento aditivos não procuram tratamento por razões que vão desde insight empobrecido até equívocos sobre as estratégias terapêuticas disponíveis. Assim, aumentar a prontidão do tratamento deste indivíduo pode resultar em melhores desfechos. Para estudar isso, pretendemos esclarecer quais são as barreiras de tratamento que os indivíduos com transtornos relacionados ao TOC e transtornos devidos a comportamento aditivos. Podemos também procurar desenvolver ferramentas para aumentar a prontidão do tratamento (incluindo dispositivos eletrônicos).

 

Free will and related constructs in Obsessive-Compulsive and Related Disorders and Disorders due to Addictive Behaviours: Este projeto pretende investigar como crenças no livre arbítrio diferem e impactam na clinica e na evolução de pacientes com transtornos relacionados ao TOC e transtornos por uso de substâncias.

Colaborador: Prof. Murat Yücel.

 

An Investigation of Thalamo-Cortical Connectivity in OCD Subjects: Este estudo de neuroimagem utiliza técnicas avançadas para avaliar a conectividade estrutural (substancia branca) entre o tálamo e diferentes subdivisões do córtex pré frontal de pessoas com TOC, incluindo regiões tradicionalmente implicadas na fisiopatologia do transtorno.

Colaborador: Profª. Fernanda Tovar-Moll.

 

Predicting Outcomes in OCD and Social Anxiety Disorders: Este projeto visa investigar o impacto de diferentes constructos sobre a resposta ao tratamento naturalístico (“treatment as usual”) no TOC e no transtorno de ansiedade social (TAS).

Pesquisador: Profª Gabriela Bezerra de Menezes.

 

Cognitive and New Wave Therapies in Anxiety and Obsessive-Compulsive and Related Disorders: Este projeto inclui dois ensaios clínicos. Um ensaio clinico randomizado e controlado investiga a eficácia da terapia cognitiva em pacientes com TAS resistente ao tratamento farmacológico. Outro, ainda em elaboração, visa avaliar a eficácia da terapia de aceitação e comprometimento em pacientes com TOC. Pesquisador: Profª Gabriela Bezerra de Menezes.

Colaboradores: Prof. Ulrich Stangier e Michael Twohig.

Laboratório Integrado de Pesquisa em Stress (LINPES)

Coordenador: Professor Ivan Luiz de Vasconcellos Figueira

O Laboratório Integrado de Pesquisas sobre o Estresse (LINPES) é formado pela união de diversos laboratórios que pesquisam diferentes aspectos do impacto psicológico e psiquiátrico de eventos traumáticos e o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT).

O LINPES inclui o ambulatório de TEPT, que se encontra em funcionamento no IPUB-UFRJ desde 2003, e tem como objetivo atender pessoas com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), fornecendo atendimento multidisciplinar e individualizado.

Promovemos o acolhimento, triagem e identificação dos casos, tratamento médicos, psicoterapia especializada e psicoeducação para pacientes e familiares.

As pesquisas realizadas pelo LINPES incluem aspectos clínicos, diagnóstico e tratamento farmacológico do TEPT; epidemiologia dos eventos traumáticos e TEPT; revisões sistemáticas e metanálises sobre o tema; cienciometria; adaptação e validação de instrumentos psicométricos para o TEPT; terapia cognitivo- comportamental do TEPT; aspectos psicofisiológicos das reações aos eventos traumáticos; neuroimagem funcional, dentre outras.

Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares (GOTA)

Coordenador: Professor José Carlos Borges Appolinário

O Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares (GOTA) é formado por uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde especializados no atendimento a pacientes portadores de transtornos alimentares e de outros transtornos associados. Além da assistência, o GOTA tem por objetivo promover o ensino e a pesquisa no campo dos transtornos alimentares e da obesidade. O ambulatório do GOTA é parte integrante da Unidade de Psiconeuroendocrinologia do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione (IEDE) que, objetivando a complementação do atendimento aos nossos pacientes e o intercâmbio do conhecimento científico, estabeleceu parcerias institucionais no âmbito assistencial e de pesquisa com o Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro e com o curso de Pós-Graduação em Endocrinologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Instituto DELETE

Coordenadora: Professora Anna Lucia Spear King

Delete – Uso consciente de Tecnologi@s é um centro pioneiro no Brasil fundado pela psicóloga Anna Lucia Spear King e institucionalizado desde 2013 no Instituto de Psiquiatria (IPUB) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O Delete é um núcleo do IPUB/UFRJ responsável pela avaliação e tratamento médico, psicológico e através de grupos terapeuticos destinados a usuários abusivos e/ou dependentes de aparelhos do mundo digital. A equipe do Delete é composta por profissionais da área da saúde, entre outros (psiquiátras, psicólogos, fisioterapeutas, especialistas em digitais e pesquisadores) que além dos atendimentos, orientam a população em geral sobre os benefícios e prejuízos relacionados ao uso abusivo de tecnologias no dia a dia apresentando conceitos de Uso Consciente, Ergonomia Digital, Etiqueta Digital e Cartilha Digital (Infantil).

O Delete também é uma linha de pesquisa “Dependência Digital e temas relacionados” vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria e Saúde Mental (PROPSAM) do IPUB/UFRJ. A psicóloga Profa. Dra. Anna Lucia Spear King e o psiquiatra Prof. Dr. Antonio Egidio Nardi recebem alunos do PROPSAM que desejam fazer seus projetos de pesquisa para Mestrado e Doutorado relativos a assuntos que abordem os impactos das novas tecnologias interferindo no comportamento humano.

O Delete–Uso Consciente de Tecnologi@s realiza constantes pesquisas científicas e descreve na literatura os resultados obtidos em seus trabalhos por intermédio de livros e artigos. Outra importante atividade do Delete é informar à população sobre a reciclagem e o descarte adequado do lixo eletrônico (e-Lixo) para preservação e conservação do meio ambiente.

Somos a favor dos aparelhos do mundo digital, mas defendemos seu uso consciente!

Para usuários abusivos e/ou dependentes de tecnologias que queiram nos procurar temos uma triagem todas as 6as Feiras de 8:00 às 10:30h no Cipe-Antigo do IPUB/UFRJ.

Informações gerais: grupodelete@gmail.com ou annaluciaking@gmail.com

Mograbi Lab

Coordenador: Professor Daniel C. Mograbi

O Mograbi Lab concentra sua pesquisa em processos de autoconsciência, explorando esses fenômenos através de abordagens neuropsicológica experimental / neurocientífica afetiva e cognitiva, trabalhando com adultos saudáveis ​​e condições clínicas, tais como demência, epilepsia e transtorno bipolar. Nosso principal objetivo é produzir pesquisas com responsabilidade social ​​que possam melhorar nossa compreensão da experiência humana e ter um impacto positivo na vida das pessoas. Também estamos comprometidos em popularizar a ciência para o público em geral. Esperamos que você ache nosso trabalho estimulante.

Laboratório de Neurociência e Aprimoramento Cerebral – LabNACE

Coordenador: Professor Rogério Arena Panizzutti

Com o envelhecimento da população, o impacto das demências, como a doença de Alzheimer na sociedade está crescendo em todo o mundo, sendo que o problema afeta especialmente países em desenvolvimento, como o Brasil. Além disso, diversos transtornos psiquiátricos, tais como esquizofrenia, ansiedade, depressão e transtorno bipolar, cursam com alterações em funções cognitivas, tais como atenção, memória, audição e visão. As demências e outras alterações cognitivas diminuem a qualidade de

vida dos indivíduos afetados e de quem está próximo, e são determinantes para a incapacitação e dependência causada por estes transtornos.

O LabNACE trabalha na interface entre a neurociência básica e clínica, a psiquiatria e a saúde pública para produzir e implementar conhecimentos da neurociência para a promoção da saúde cerebral. O objetivo principal é desenvolver e aplicar ferramentas digitais que promovam a saúde cerebral, tendo em vista que intervenções digitais têm um grande potencial para produzir um impacto tangível dada a acessibilidade e facilidade de acesso.

Evidências científicas indicam que o treinamento do cérebro usando computadores pode ter benefícios duradouros na função cerebral, entretanto este tipo de treinamento precisa ser incorporado em intervenções escalonáveis ​​e multidisciplinares.

O laboratório tem três áreas de atuação:

Aplicações do treino cognitivo computadorizado em indivíduos saudáveis ou com transtornos neuropsiquiátricos. O treino cognitivo computadorizado visa melhorar funções cerebrais, tais como atenção, visão, audição e memória, através de exercícios desenvolvidos a partir dos conhecimentos científicos sobre neuroplasticidade. Nesta linha realizamos estudos clínicos avaliando o impacto dos exercícios em diversos aspectos, tais como respostas neurofisiológicas, cognição, qualidade de vida e funcionamento.

 

Marcadores moleculares que possam ser úteis para o diagnóstico e o acompanhamento do tratamento de transtornos neuropsiquiátricos. Nesta linha fazemos análises moleculares de amostras coletadas de pacientes e tecido postmortem. Estamos particularmente interessados em alterações em aminoácidos neurotransmissores, tais como a D- serina e o glutamato, e a relação delas com a cognição. 3. Alterações cognitivas em modelos animais de transtornos neuropsiquiátricos. Nesta linha fazemos estudos moleculares e de comportamento em animais com alterações genéticas, sendo nosso foco principal o metabolismo da D-serina, que está possivelmente afetado na esquizofrenia e em outros transtornos neuropsiquiátricos. Estudamos o impacto que modificações na disponibilidade de D-serina têm sobre a cognição e a neuroquímica cerebral. O objetivo final é utilizar estes modelos animais para desenvolver e testar estratégias terapêuticas que possam reverter os déficits cognitivos.

 

Gerência Operacional
Andrea M. Fantinatti

 

Técnica do Laboratório

Equipe multidisciplinar formada por Pós-Doutores, e estudantes de Doutorado, Mestrado e Iniciação Científica de diversas áreas, incluindo, biomedicina, psicologia, enfermagem, terapia ocupacional, medicina e outras.

 

Parceiros

Global Brain Health Institute

NeuroForma Tecnologias

Posit Science Inc.

Departamento de Psicologia Clínica, PUC-Rio

 

Apoio financeiro

CNPq, FAPERJ, Ministério da Saúde, National Institute of Health

Laboratório de Estudos do Discurso

Coordenador: Professor Octavio Domont Serpa Jr

Ambulatório de Depressão Resistente ao Tratamento (DeReTrat)

Coordenador: Professor José Carlos Borges Appolinário

Laboratório de Avaliação de Serviços e Qualidade de Vida em Saúde Mental (LAPSO)

Coordenadora: Professora Maria Tavares Cavalcanti

Linha de pesquisa: Avaliação de serviços e qualidade de vida em saúde mental

O Laboratório de Avaliação de Serviços e Qualidade de Vida em Saúde Mental (LAPSO) iniciou suas atividades em 1996 com a participação em um estudo multicêntrico da OMS de adaptação transcultural e validação de um questionário de avaliação da satisfação de usuários e familiares com serviços de saúde mental. Desde então vem desenvolvendo projetos na área de avaliação de serviços de saúde mental, sempre procurando conjugar a avaliação com a clínica desenvolvida pelos serviços. . Ao longo dos anos 2000, realizamos alguns estudos de avaliação dos Centros de Atenção Psicossocial no município do Rio de Janeiro com financiamento da FAPERJ e estudos referentes a Serviços Residenciais Terapêuticos. A partir de 2000 passamos a desenvolver também o Programa de Reabilitação Psicossocial para Pacientes com Transtornos Mentais Maiores em Situação de Rua, programa este que foi duplamente premiado pelo Ministério da Saúde e pela ABP/Lily como uma experiência exitosa de reabilitação psicossocial em saúde mental. Em 2009/2010, adaptamos com financiamento do CNPq, uma intervenção para a manutenção de pacientes com transtornos mentais severos e persistentes na comunidade, desenvolvida na Universidade de Columbia/NY denominada “Critical Time Intervention” (CTI), criando aCTI CTI-Br.
Atualmente o LAPSO faz parte da RedeAmericas, uma rede para desenvolvimento e promoção de pesquisas no campo da saúde mental na America Latina, financiada pelo NIMH, e que congrega pesquisadores do Brasil Chile, Argentina, Colombia e Estados Unidos. Esta rede tem o objetivo de capacitar jovens lideres de pesquisa para atuarem no campo de pesquisas em saúde mental, a fim de fortalecer esse campo na America Latina, além de implementar e testar estratégias de intervenção para a manutenção de pacientes com transtornos mentais graves na comunidade.

Desenvolvemos também, em parceria com a SMSDC/RJ, uma pesquisa de avaliação da transferência de 80 idosos internados há mais de 30 anos na Colonia Juliano Moreira para uma Vila Residencial (2012/2013).

No momento, além de permanecermos integrados à RedeAmericas, iniciamos duas novas linhas de pesquisa, motivados pela implantação pela UFRJ, a partir de 2015, do Internato em Saúde Mental integrado a Atenção Primária à Saúde. São elas:

– O ensino de psiquiatria e saúde mental aos estudantes de medicina

– A saúde mental do estudante de medicina

 

Pesquisadores:
Maria Cecilia de Araujo Carvalho (EPJV/FIOCRUZ), Paulo Fagundes (FIOCRUZ)

Grupo de estudos Margem Kierkgaardiana

Grupo de Estudos Margem Kierkegaardiana surge no início de 2020, a partir da XVI Jornada Internacional de Estudos de Kierkegaard, com o objetivo de reunir um expressivo número de pesquisadores cariocas que, à época, apresentavam seus trabalhos na Universidade Federal de Juiz de Fora. Contudo, o grupo ampliou o seu diálogo com pesquisadores de outras regiões do país, pois para adequar-se ao cenário da saúde pública mundial, imposto pela conjuntura pandêmica, as reuniões passaram para transmissão por vídeo-conferência, facilitando, assim, a inclusão desses pesquisadores. Em seus estudos, o grupo procura pensar as bases que fundamentam os conceitos da Saúde Mental tendo como horizonte as noções filosóficas problematizadas e analisadas por Kierkegaard, como por ex., angústiadesespero e repetição. O grupo é coordenado pelo pesquisador Eduardo da Silveira Campos e encontra-se vinculado ao Laboratório LAPSO.

Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de drogas - PROJAD

Coordenador: Professor Marcelo Santos Cruz

Núcleo de Pesquisa em Políticas Públicas de Saúde Mental - NUPPSAM

Coordenador: Professor Pedro Gabriel Godinho Delgado